Fórum da Igreja Batista Nacional de Areia Branca-RN


    Deus, a criação e a ilusão

    Willamy David
    Willamy David

    Mensagens : 94
    Data de inscrição : 08/06/2009

    Deus, a criação e a ilusão Empty Deus, a criação e a ilusão

    Mensagem  Willamy David em Qua Jul 08, 2009 10:40 am

    Deus é diferente da criação e nada é ilusório


    Contestaremos uma cosmovisão abordada por diversas seitas e religiões, abarcada por grande parte dos hindus, por muitos budistas, várias seitas orientais e religiões da Nova Era. Refutaremos, então, o Panteísmo.

    Panteísmo significa que tudo (pan) é Deus (teísmo), ou seja, Deus é tudo em todos, nada existe fora Dele, o mundo, as pessoas e tudo que há são Deus. Apoiando-se nesta concepção, muitas religiões asseveram que tudo é uma ilusão, e que nós (humanos), o mundo, o bem e o mal não existimos, todos somos uma só realidade.

    A contradição panteísta se manifesta de modo evidente. O Panteísmo diz que “somos Deus”; todavia, Deus é imutável, ao passo que a humanidade sofre constantemente o processo de mudança. Como, então, somos Deus? Isso é completamente incoerente! Jamais o imutável será o mutável.

    Para tentar escapar da contradição acima, os panteístas precisaram reformular seus conceitos, passaram a declarar que somos modos de Deus, somos as diferentes maneiras de Sua manifestação. Mas, se somos realmente isso, por que não sabemos? Respondendo a indagação, eles descrevem que os humanos sofrem de amnésia metafísica, destarte, por não se lembrarem de sua natureza existencial, estão sendo enganados em pensar que são todos indivíduos distintos. Porém, usando esses argumentos, os panteístas se complicaram ainda mais, pois se estamos sendo enganados, como saber que o panteísta não está também sendo enganado ao assegurar que o que ele diz sobre a realidade é fidedigno? Afinal de contas, todo panteísta é ser humano como qualquer outro; logo, estão sujeitos, pelo próprio ponto de vista, a estarem enganados assim como os demais. E não só isso, quando eles dizem que somos modos diferentes da manifestação de Deus, é dizer que Ele compartilha sua existência com a criação, o que é impossível, pois como o infinito será, simultaneamente, finito? Com isso, nota-se claramente que na tentativa de explicar a realidade absoluta, o panteísmo se envolveu em mais inconciliações, provando por si mesmo que sua ideologia é falsa.

    Continuaremos a solapar essa heresia, desta vez, trataremos sobre a ilusão. O panteísmo insiste em ditar que tudo é ilusório, que a individualidade inexiste, sendo ilusão causada pela mente, pois somos uma só realidade (Deus). Então, postam as mentes como aspectos da ilusão, que não podem ceder alicerce para explicá-la. Todavia, se não há base para explicar a ilusão, como afirmar que tudo é ilusório? Pois se a mente não serve para dar explicação, como o panteísta faz uso da mesma para declarar algo sobre a ilusão? Assim, presenciamos mais uma discrepância.

    Podemos observar que o Panteísmo ao colocar o bem e o mal como ilusões, destrói a base para a moralidade. Pois qual seria a diferença entre amar e odiar, louvar e amaldiçoar, justiça e injustiça, misericórdia e crueldade se tudo, no final, for uma ilusão? Não haveria diferença moral entre essas ações. Com isso, está verificado que o Panteísmo não leva a sério a ética e a moral, menospreza todo pensamento e ações das pessoas que apreciam a paz. Porquanto, seguindo esse raciocínio, tanto faz termos a guerra e o caos quanto a paz, se tudo for ilusão. Deveríamos concordar com esse despautério? Não, de modo nenhum!

    Se o mal é uma ilusão, por que os panteístas não atravessam, por exemplo, uma avenida bastante transitada sem olhar? Por que sentem medo quando alguém lhes faz alguma ameaça? Por que se prostram de dor ao contraírem uma doença? Até nas ações eles entram em discordância.

    Enfim, avaliando a cosmovisão panteísta não auferimos nada de proveitoso. É um ponto de vista incongruente em tudo que defende. Mostramos, através das falhas intrínsecas aos próprios argumentos, que Deus é diferente da criação e que a afirmação sobre tudo ser ilusório não se sustenta. Portanto, indiscutivelmente, o Panteísmo não é nada mais do que um embuste.


      Data/hora atual: Qua Ago 21, 2019 10:26 pm